Área de infraestrutura da Thyssenkrupp cresce no Brasil

Diversificação pautou o incremento médio de 4% em 2016 e que tem sido mantido ao longo desse ano

InfraRoi
A expertise global da Thyssenkrupp na área de infraestrutura tem contornos especiais no Brasil, onde foi implantada há seis anos. Segundo Márcio Ferreira, coordenador Comercial da empresa alemã nesse segmento, a empresa divide essa operação em quatro frentes: perfis de aço, maquinário. escoramento de trincheiras e valas e sistemas de andaimes.
Além da diversificação por especialidades, a Thyssenkrupp também opera de acordo com a regionalização das demandas. É o caso do Sul do Brasil, onde os projetos de saneamento urbano bastante ativos demandam as soluções de escoramento de valas.
A tecnologia faz a diferença: modular, esse tipo de aplicação pode ser ativada em projetos com até 9 metros de profundidade – contra o máximo de 2 a 3 metros da técnica de blindagem, que envolve ainda o uso de equipamentos móveis como escavadeiras. Permitindo a abertura de galerias com até 14 metros de largura, o sistema de escoramento da fabricante alemã também ganha em prazos, otimizando o tempo de obra em pelo menos 30%.
“Ainda é um mercado onde predomina a locação”, adianta Ferreira. O executivo lembra, no entanto, que dependendo do tamanho da obra e tempo de execução existe a viabilidade de compra. A otimização acontece também na área de pranchas para contenção. No caso de projetos de construção de paredes diafragmas de 40 metros, o método convencional pode mobilizar as equipes durante 4 meses, quando a Thyssenkrupp avalia que seu sistema pode reduzir o tempo para 15 dias.
A regionalização significa ainda que no Sudeste predominam as soluções prediais, com destaque para uso de perfis de aço e locação de equipamentos. No Centro-Oeste, os maquinários ganham espaço, pois podem agilizar obras de construção, principalmente na etapa de fundações.

© 2013 - Todos os direitos reservados DIAGRAMA MARKETING EDITORIAL


Loading