13 de dezembro de 2018

Micologista desenvolve tijolo de cogumelos mais resistente que concreto

Por Emily Santos
O tijolo 100% orgânico ainda é resistente ao fogo, água e mofo.
 
Philip Ross é um micologista que estuda as variadas possibilidades para o uso de fungos. Ele é responsável pela descoberta alternativa inovadora do uso de cogumelos como material de construção. O especialista descobriu que o micélio – uma rede de fibras finas que os cogumelos formam sob o solo – é altamente resistente quando seca e pode ser utlizado para formar um material de construção forte e resistente ao fogo, à água e mofo.

O micélio pode ser cultivado e moldado para assumir diversos formatos, portanto é possível formá-lo com design parecido a tijolos de construção. Além disso, é um material 100% orgânico e compostável e sua consistência é mais forte do que concreto. E mais: “[O micélio] Tem o potencial de ser um substituto para muitos plásticos à base de petróleo”, afirmou Ross para o site Glasstire.
 
  
 
O micologista patenteou um processo de estruturação dos tijolos, que podem ser montados para estruturar paredes firmes e estruturas habitacionais.
 
Hy-fi, a torre de tijolos de cogumelos
O material chamou a atenção do escritório de arquitetura The Living, que decidiu usar os tijolos orgânicos à base de cogumelos para construir a Hy-fi, uma torre temporária, no MoMA PS1, instituição estadunidense dedicada à arte contemporânea.
 
Os tijolos utilizados na construção de 2014 foi uma variação do trabalho de Ross, patenteada pela empresa de biomateriais Ecovative. Também feitos com material orgânico, os tijolos foram utilizados para montar a estrutura que seria uma das atrações do Young Architects Program, do MoMA.
 
  
 Ao fim da exposição de dois meses, a torre foi desmontada e os tijolos foram levados para composteiras, seguindo seu curso orgânico.
 
A Hy-fi foi a primeira estrutura construída com o material e apesar de ter sido temporariamente montada, ela provou a viabilidade do uso do material fúngico para construção. Por isso, a Ecovative continua trabalhando com o material.

© 2013 - Todos os direitos reservados DIAGRAMA MARKETING EDITORIAL


Loading