Empreendimentos imobiliários

Capítulos 123456789

Capítulo IX:
Gestão de projetos

Inicialmente, a empresa participante, contratada, analisará o processo executivo dos projetos de arquitetura e engenharia e, caso observe problemas normais, solicitará à equipe de gestão de projetos que proceda às análises necessárias para a solução do problema e, para aqueles específicos, proporá ao empreendedor soluções que envolvam pessoal especializado, observando:

·      a suficiência de informações do ponto de vista executivo;

·      análise de confiabilidade;

·      revisão dos projetos e das notas de serviço, para compatibilizá-los com as condições locais e demais projetos;

·      ou ainda, quando necessário, para os recursos disponíveis, serão inspecionadas fontes de materiais para verificação de suas atuais condições de explorabilidade;

·      sugestão de eventuais alterações ou atualização ou adaptação das especificações técnicas, mediante solicitação e orientação a ser fornecida pelo cliente e, ainda, controlar e manter atualizados o arquivo e os projetos liberados para a obra.

Quando do recebimento do projeto executivo de implantação, a empresa participante analisará as possíveis interferências que possam ocorrer com relação às exigências dos órgãos ambientais, de maneira que os serviços não venham a sofrer comprometimento.

Da análise, da ponderação e da tomada de decisões em relação ao projeto executivo serão definidas as providências a serem aplicadas pela empresa participante, para submeter ao empreendedor alternativas de soluções e recomendações.

Na condução desta atividade de verificação e recomendações, deverão ser efetuadas pesquisas, estudos ou outras providências que permitam atingir soluções rápidas e consistentes, em favor de uma adequada contribuição ao sucesso do empreendimento.

Com o transcorrer da obra podem, no entanto, surgir fatos novos que exijam a realização de atualizações parciais dos projetos, o que será feito pela equipe técnica da empresa e colocadas para aprovação do empreendedor.

Como exemplo clássico desse tipo de problema, pode-se citar a estabilidade de taludes de cortes em encostas muito íngremes, onde somente após concluídas as escavações pode-se avaliar as soluções indicadas no projeto executivo de engenharia, podendo ocorrer a necessidade de atualizações.

Caso se detectem interferências, a equipe técnica da empresa executora dos serviços elaborará um relatório detalhado, envolvendo levantamentos detalhados, cadastro fotográfico, o que permitirá aos setores competentes a definição das alterações que eliminem o problema.

Em um segundo caso poderemos ter algum tipo de contrato em que a empresa tenha que conferir todos os cálculos e estabelecer um programa de verificação de cálculos que requer pessoal especializado, ou mesmo desenvolver projetos, como é na maioria dos projetos em andamento.

A seguir apresentamos os critérios para controle de alterações:

·      devem ser controladas alterações decorrentes de mudanças nos requisitos do empreendimento com relação ao projeto de engenharia;

·      devem ser controladas alterações originadas de necessidades técnicas surgidas no processo de execução do projeto de engenharia;

·      as alterações somente devem ser controladas se forem geradas de uma nova versão daquele estágio do projeto de engenharia, com consequências para outras partes em desenvolvimento internamente ou pelas demais especialidades ou ainda para os serviços de execução da obra, se estes estiverem em andamento;

·      aspectos a serem considerados na informação aos agentes envolvidos:

ü     analisar o grau de urgência em informar aos agentes envolvidos sobre a alteração realizada segundo o impacto para o estágio de desenvolvimento do projeto como um todo;

ü      enviar orientações claras de substituição dos arquivos e dos documentos.

·     o enfoque da verificação da compatibilização dos projetos de arquitetura e engenharia será voltado sobre os desenhos de cada fase do serviço e separadamente;

·     os desenhos de cada serviço do projeto executivo serão estudados e manipulados, de modo que todas as informações sejam comparadas entre si;

·     deste modo, a suficiência dos dados será avaliada detalhadamente, bem como serão contempladas as eventuais interferências e incompatibilidades, de forma que as interdependências entre os desenhos de cada tipo estejam perfeitamente solucionadas;

·     de posse destas informações, serão elaborados relatórios de revisão dos projetos de arquitetura e engenharia que sintetizarão de forma objetiva as justificativas dos dados faltantes, insuficientes e/ou duvidosos, apontando também as possíveis incompatibilidades, interferências e condicionantes;

·     como consequência serão inseridos os cálculos dos custos adicionais e seu reflexo no conjunto e suas consequências em relação ao prazo de execução das obras.

Faz-se necessária a unificação do local de arquivamento dos desenhos e/ou dos projetos de engenharia em meio magnético entregues ou desenvolvidos pelo empreendedor para maior agilidade no rastreamento de informações e consequentemente maior agilidade no atendimento das necessidades das gerências de projetos.



© 2013 - Todos os direitos reservados DIAGRAMA MARKETING EDITORIAL


Loading