Retrato do Brasil

Capítulos 123456789101112131415

Capítulo I:
Introdução ao retrato do Brasil e seu planejamento estratégico

·     o diagnóstico da situação do país é muito dinâmica, a nossa intenção é criarmos o hábito entre os nossos colegas na consulta do que realmente acontece e sua permanente atuação.

·      isto posto, deveremos considerar que as análises mudam rapidamente, assim como suas informações, portanto poderemos daqui a alguns meses, semanas e mesmos dias, encontrarmos informações que conflitam com as aqui apresentadas.

·       o maior desafio do Brasil é conseguir visualizar a situação: social (incluindo- educação; moradia; esporte e lazer); meio ambiente, infraestrutura, energia, econômica e global, e o trabalho, o conhecimento, entre outros, enfim os valores e as tradições que sustentam a Visão Sistêmica aplicadas ao País, e a formulação de projetos que geram o seu desenvolvimento.

·      no cenário mais amplo, devemos refletir sobre os desafios impostos à sociedade brasileira, considerando os impactos globais e absorver a complexidade das crescentes necessidades de adaptação a mudanças em todos os níveis na formulação de um planejamento estratégico.

·       a essência dos valores aplicados determinam os objetivos das ações.

·     conforme vimos ao longo dos tópicos e dos capítulos e seções, enfim os processos, é importante observar:

ü   os valores para formulação de um projeto, necessários para manter e unir vários subsistemas organizacionais: Governo Federal, Estadual, Municipal, Autarquias, Companhias Mistas, Empresas Privadas e Parcerias, entre outras tantas, e que determinam à eficácia, padrões de desempenho do país, incluindo-se o fortalecimento da democracia.

·     para implementar a Visão Sistêmica do País, é necessário demonstrar o porquê da necessidade de mudança e quais as consequências e as críticas necessárias à formulação do Planejamento Estratégico do País.

·    a seguir apresentamos índices sociais, técnicos, entre tantos, que fazem parte da formulação do planejamento estratégico e que estamos detalhando para que se possa compreender da importância de estarmos atento aos fatos, e que denominamos de Retrato do Brasil.

·        a Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) é um órgão da Presidência da República, criado pela Lei n° 11.754, de 23 de julho de 2008;

·        responsável pela formulação de políticas públicas de longo prazo voltadas ao desenvolvimento nacional, a SAE realiza o trabalho antes executado pelo Núcleo de Assuntos Estratégicos, que substituiu, em outubro de 2007, a Secretaria de Planejamento de Longo Prazo, criada em junho do mesmo ano:

ü    a SAE é chefiada pelo Ministro de Estado Chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Além de assessorar direta e imediatamente o Presidente da República no planejamento nacional, cabe à Secretaria:

o     debater e elaborar políticas públicas de Estado em articulação com governo e sociedade civil;

o     propor ações imediatas de reforma do Estado com vistas a políticas futuras;

o     elaborar subsídios para a preparação de ações de governo;

o     realizar o planejamento nacional de desenvolvimento de longo prazo.

·        a SAE é organizada em duas Subsecretarias:

ü    desenvolvimento sustentável;

ü    ações estratégicas:

o     a Subsecretaria de Ações Estratégicas (SSAE) é um órgão da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), criado em julho de 2008 por meio do Decreto nº 6.517.

o      a SSAE tem como principal objetivo propor, em articulação com os órgãos e as entidades da administração pública federal, a elaboração de ações e projetos estratégicos de longo prazo.

Normalmente os dados para a montagem do cenário são direcionados segundo as vertentes otimistas - oportunidades - indiferente - nulos e o pessimista - ameaças.

A empresa deverá estudar o que se passa no país e extrair as informações para o meio em que atua, considerando seu tamanho, tipo de empresa, oportunidades de que a empresa possa usufruir.

Exemplos de variáveis ambientais:

·       políticos:

ü    obediência à constituição;

ü    partidos políticos bem definidos;

ü    seriedade no tratamento da coisa pública;

ü    ética na política;

ü    representatividade dos vários segmentos da sociedade;

ü    intenções e objetividade com relação aos problemas sociais do país;

ü    planejamento estratégico governamental;

ü    planejamento estratégico por períodos superiores a 10 anos;

ü    planejamento estratégico por períodos superiores a 5 anos;

ü    as promessas de campanha política são incorporadas ao planejamento estratégico.

·       sociais:

ü    escolaridade e qualificação para o trabalho;

ü    faz valer seus direitos de cidadania;

ü    exerce o controle da gestão pública;

ü    desequilíbrios com relação ao nível de vida;

ü    sociedade produtiva e criativa.

·       demográficos:

ü    crescimento demográfico da população;

ü    formações de ecossistemas;

ü    formação ambiental;

ü    concentração urbana nas grandes cidades.

·       culturais:

ü    incentivo e programas de cultura para a população;

ü    participação da comunidade em eventos religiosos.

·       política-legais:

ü    regulamentação do setor;

ü    política industrial;

ü    regras da privatização;

ü    cenário político e respectivos riscos;

ü    acompanhamento das mudanças de política de incentivos, subsídios e fiscais.

·       tecnológicos:

ü    alterações tecnológicas possíveis;

ü    entidades de pesquisas, institutos e universidades e programas envolvidos;

ü    maiores economias de escala;

ü    equipamentos e mão de obra envolvidos.

·       ecológicos

ü  respeito a nossa constituição;

ü    preservação do meio ambiente e dos ecossistemas;

ü    preservação dos sistemas hídricos;

ü    atuação na recuperação dos passivos ambientais das rodovias, das bacias, dos rios, dos canais, etc.

·       econômicos:

ü    evolução do PIB;

ü    comportamento dos setores primários, secundários e terciários;

ü    evolução e riscos cambiais.

·       financeiros:

ü    os tipos, a quantidade e a forma de atuação de instituições financeiras;

ü   condições de atuação - prazos de carência, amortização, juros, garantias exigidas, reciprocidade e linhas de crédito.

·       socioeconômico

ü    análise de bases de dados socioeconômicos de institutos de estatísticas e pesquisas, de forma a identificar o mercado potencial da empresa.



© 2013 - Todos os direitos reservados DIAGRAMA MARKETING EDITORIAL


Loading