Qualidade, meio ambiente, tecnologia e controle tecnológico

Capítulos 1234567

Capítulo I:
Planejamento e gestão de processos relacionados às atividades da equipe da qualidade e de controle tecnológico

A seguir apresentamos de forma sintética as atividades da equipe que trata da qualidade e do controle tecnológico para a implantação de um projeto.
Esta sistemática de trabalho pressupõe a clara definição das responsabilidades e atribuições de cada uma das partes envolvidas diretamente na implantação dos projetos, segundo os vínculos contratuais, funcionais e normativos estabelecidos.
 
Para isto, as primeiras atividades e providências da equipe da qualidade e do controle tecnológico são:
  • análise crítica e interação relacionadas com a qualidade e o controle tecnológico das áreas de conhecimento da empresa empreendedora, dos arquitetos, dos projetistas, das executoras e fornecedores e de todos os contratos celebrados entre o empreendedor e suas contratadas;
  • análise comparativa entre as necessidades totais de cada projeto, em termos de materiais, equipamentos e serviços, e os escopos contratuais de cada contratada, para verificar o atendimento total das necessidades do construído com relação ao projetado;
  • caracterização e colaboração no detalhamento de eventuais interfaces entre os escopos de projetistas, executoras e fornecedores, que podem suscitar dúvidas futuras;
  • participação nas reuniões para discussão do escopo de trabalho com a empreendedora e as contratadas;
  • proposição de eventuais aditamentos ou supressões aos contratos, de modo a garantir o perfeito atendimento a todas as necessidades do projeto.
Em primeiro momento, as atribuições e as responsabilidades das entidades envolvidas são listadas nas próximas subseções.
Como Contratante das obras, serviços e fornecimentos, é o responsável pelas providências de ordem contratual, como emissão de autorizações de serviços e de fornecimentos, pagamentos das obrigações financeiras atestadas, análise e posicionamento sobre as documentações técnicas, administrativas e econômico-financeiras remetidas pela Equipe de Supervisão e recebimento final das obras e serviços, com emissão dos respectivos termos.
 
Também, sempre que for o caso, autorizar e/ou providenciar as operações necessárias nos sistemas existentes, para atender às situações das obras, como interligações das novas obras com os sistemas atuais, e outras.
Empresas externas ou gerência interna de projetos da empreendedora responsáveis pela elaboração dos projetos dos projetos, destacando-se três situações distintas: a primeira, relativa àquelas empresas que já concluíram e entregaram seus projetos, que é a maioria dos casos: a segunda, relativa às empresas que estão contratadas, com os projetos em elaboração ou estão em processo de contratação; e a terceira situação refere-se àquelas empresas que virão a ser contratadas para a elaboração de projetos que se encontram em fase de licitação.
 
De qualquer maneira, a responsabilidade das projetistas será sobre o cumprimento dos prazos de elaboração dos projetos, sobre o nível de detalhamento dos projetos executivos, sobre a suficiência e a qualidade dos dados, sobre as especificações técnicas e sobre as interferências de campo, principalmente naquilo que exigir alterações ou adequações dos projetos.
Contratadas para a execução das obras e/ou fornecimento de materiais, equipamentos e serviços para a implantação dos projetos.
 
São responsáveis pelo cumprimento integral do escopo contratual, pela qualidade dos materiais e serviços, pelos prazos de execução ou de fornecimento, pelos preços contratados, pela segurança de uma forma geral, tanto do seu pessoal como também de terceiros e no âmbito de sua responsabilidade e pela preservação do meio ambiente naqueles locais onde estiver atuando.
 
Também serão responsáveis pelo fornecimento de todas as informações solicitadas pela gerenciadora, relativas ao projeto, de caráter técnico, físico ou econômico-financeiro, necessárias à elaboração dos documentos de planejamento, programação, acompanhamento e controle dos projetos.
Compreendem as demais Concessionárias de Serviços Públicos, como de energia elétrica, gás, água/esgoto/telefonia, as próprias Prefeituras Municipais e outras instituições ou empresas que, por ocasião da implantação dos projetos, poderão ser solicitadas a atuarem, dentro de suas responsabilidades, em situações de interferências ou nas interfaces dos projetos que as afetem.
Como gerenciadora dos projetos, tem como atribuições e responsabilidades, principalmente:
  • coordenação geral dos projetos, segundo os aspectos técnicos, físico-financeiros e administrativos;
  • elaboração da documentação de planejamento, programação, acompanhamento e controle dos projetos como um todo e de cada um deles isoladamente;
  • assessoria e apoio técnico e administrativo à empreendedora no acompanhamento da implantação dos projetos;
  • elaboração e disponibilização das informações gerenciais, físicas e econômico-financeiras, dos empreendimentos, como suporte à tomada de decisões pela empreendedora;
  • gerenciar o controle de qualidade dos materiais, dos equipamentos e dos serviços, incluindo-se os projetos em fase de elaboração;
  • análise crítica dos projetos já elaborados quanto ao atendimento às normas técnicas e ao nível de detalhamento e suficiência de dados e quanto à compatibilidade entre as modalidades de projetos;
  • fazer cumprir os prazos contratuais para a elaboração de projetos, para os fornecimentos e para a execução das obras e dos serviços, atuando diretamente sobre as empresas contratadas, solicitando as necessárias providências, elaborando eventuais reprogramações de serviços visando à recuperação de prazos;
  • analisar os processos e gerenciar as ações de segurança das empresas contratadas para a execução das obras e fornecimentos;
  • analisar os processos e gerenciar as ações das empresas executoras e fornecedoras para a preservação do meio ambiente nos locais de implantação dos projetos;
  • elaborar, sempre que for necessário, pareceres específicos sobre problemas ou situações que possam alterar as metas de prazos, recursos financeiros, qualidade ou segurança do inicialmente previstas, de modo a orientar a empreendedora nas tomadas de decisão;
  • elaborar e apresentar os relatórios de supervisão e de acompanhamento e controle físico-financeiro dos projetos, bem como atender a todas as solicitações da empreendedora, no âmbito de sua responsabilidade.


© 2013 - Todos os direitos reservados DIAGRAMA MARKETING EDITORIAL


Loading