Cientistas desenvolvem bactéria que come plástico dos oceanos e o transforma em água

Instituto de Engenharia
O mundo está em constante desenvolvimento de produtos, processos, uma variedade enorme de materiais. Em nosso dia a dia, muitas dessas coisas são consumidas e suas embalagens vão parar no lixo. O plástico é um dos rejeitos que gera grande volume de lixo, mas infelizmente boa parte dele acaba sendo jogada nas ruas, rios, mares, enfim, são depositados na natureza.
Ao serem jogados no mar, por exemplo, o plástico traz uma série de más consequências ao ambiente: polui as águas, os peixes acabam comendo, provocam desequilíbrio. O plástico jogado nas águas é um problema muito grave. Segundo informações, é muito provável que até 2050 terá mais plástico do que peixes em nossas águas marítimas.
Para atender a esse problema, cientistas desenvolveram uma bactéria que come o plástico dos oceanos, transformando-o em água. Essa bactéria foi desenvolvida pelas estudantes Miranda Wang e Jeanny Yao e é uma grande descoberta que vinha sendo estudada desde o colégio e hoje já possui duas patentes, uma empresa e cerca de U$ 400 mil dólares de investimento inicial.
Com cinco prêmios conquistados, elas ficaram famosas por serem as mais jovens a ganharem o prêmio Perlman de ciência. Isso tudo graças ao protótipo de bactéria capaz de transformar plástico em CO² e água. A tecnologia está sendo utilizada de duas formas: para limpar as praias e também para produzir matéria-prima para confecção de tecidos.
“É praticamente impossível fazer com que as pessoas parem de usar plástico. Nós precisamos de tecnologia capaz de quebrar o material. Tudo deveria ser biodegradável”, disse Wang.
A ideia em desenvolvimento é composta por duas partes. Primeiro o plástico é dissolvido e depois as enzimas de catalização quebram os componentes em pedaços mais maleáveis; depois esses componentes são colocados em uma estação biodigestora, onde haverá a compostagem. O processo leva 24 horas para acontecer. 
Ainda bem que existem pessoas super engajadas ao meio ambiente, que pensam em tornar o mundo sustentável.

Leia na biblioteca do ENGENHARIA COMPARTILHADA:

© 2013 - Todos os direitos reservados DIAGRAMA MARKETING EDITORIAL


Loading