Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias ABB lança célula robótica para inspeção de qualidade em 3D
TECNOLOGIA

ABB lança célula robótica para inspeção de qualidade em 3D

Redação EC - Agosto 2020 176 Visualizações
ABB lança célula robótica para inspeção de qualidade em 3D

A ABB, empresa sueca de tecnologia e automação, anunciou o lançamento da célula robótica 3DQI. Com capacidade de inspeção de peças em qualidade 3D, a tecnologia possibilita, de acordo com a desenvolvedora, acelerar a produção das fabricantes de setores como os de construção, automotivo e aeroespacial, uma vez que elimina a necessidade da inspeção de qualidade manual.

O robô utiliza um sensor óptico de luz branca para digitalizar milhões de pontos 3D a cada foto produzida pela célula. Com isso, cria-se um modelo digital detalhado da peça que está em inspeção – tão detalhado que pode ser comparado ao desenho CAD original. A precisão das imagens faz com que o processo de inspeção se torne até 10 vezes mais rápido, segundo a ABB.

Outra característica da ferramenta é que ela é modular. O sensor, por exemplo, pode ser transportado por qualquer robô com uma capacidade de manipulação superior a 20 kg, além de ser compatível com uma grande variedade de robôs, esteiras e mesas rotativas. Dessa forma, garante-se que não haja limite de tamanho para as peças inspecionadas pelo 3DQI.

O desenvolvimento da tecnologia levou cerca de três anos. A ABB iniciou os trabalhos após a aquisição de uma empresa focada em soluções digitais, a NUB3D. Na época, segundo Tanja Vainio, diretora administrativa Auto Tier One da área de negócios Robotics da ABB, o objetivo já era a expansão do portfólio oferecido pela companhia sueca, focando em conectar clientes à Internet das Coisas (IoT).

“A capacidade de medir e controlar com precisão a qualidade é vital para garantir que os produtos atinjam consistência, cumpram os padrões e atendam às expectativas dos clientes. Os métodos de teste tradicionais são lentos e capturam os possíveis erros de qualidade, geralmente, tarde demais no processo”, diz Tanja. “Nossa célula automatiza esse processo, excedendo em muito as capacidades da inspeção tradicional em velocidade, precisão e repetibilidade, liberando mão de obra qualificada para ser implantada em outras tarefas.”, complementa.

Para a ABB, o grande diferencial da 3DQI é o de ser uma solução totalmente integrada, dispensando muitos periféricos que, hoje, são necessários pelos seus concorrentes, tais como a tecnologia da Hexagon e da Zeiss. “Temos muitos casos de sucesso da tecnologia em países da Europa, Ásia e América do Norte”, conta Tanja. No Brasil, a solução já está disponível para comercialização, apesar de a ABB não ter nenhuma unidade física do 3DQI em território nacional.