Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Esfera de concreto e vidro projetada por Oscar Niemeyer é inaugurada na Alemanha
Arquitetura

Esfera de concreto e vidro projetada por Oscar Niemeyer é inaugurada na Alemanha

Archdaily - Outubro 2020 908 Visualizações
Esfera de concreto e vidro projetada por Oscar Niemeyer é inaugurada na Alemanha

A mais recente obra de Oscar Niemeyer acaba de ser inaugurada na cidade de Leipzig. Concebido pelo arquiteto brasileiro em seu último aniversário, e desenvolvido por seu assistente Jair Valera após a sua morte em 2012, o projeto foi então executado pelos arquitetos do escritório Harald Kern e se trata de uma obra de ampliação do refeitório existente de uma fábrica no leste da Alemanha.

Assumindo a forma de uma enorme esfera acoplada à fachada do edifício industrial, o projeto concebido por Niemeyer foi executado em estrutura de concreto branco e fachadas de vidro curvo. Com 12 metros de diâmetro, a estrutura foi concebida para acolher um restaurante-bar, ampliando as antigas instalações da fábrica Kirow. Localizada no complexo industrial Techne Sphere, no distrito de Plagwitz, em Leipzig, a adição—que leva a assinatura de Niemeyer—parece estar flutuar acima da massiva fachada de tijolos da planta industrial da fabricante alemã de bondes e guindastes. Contrapondo-se espacial e temporalmente à estrutura pré-existente, este projeto nos mostra como Niemeyer sempre esteve aberto à novas ideias e tecnologias, disse o proprietário da fábrica Ludwig Koehne.

Niemeyer procurou, em primeiro lugar, desenvolver um projeto que qualificasse a experiência dos trabalhadores da nossa fábrica, criando um elemento que surpreende à todos bem no coração deste antigo espaço industrial. -- Ludwig Koehne, proprietário da Kirow.

Concretada in loco, a estrutura de concreto projetada por Niemayer foi executada a partir de uma fôrma de madeira composta por mais de cinquenta elementos. Adicionalmente às duas meias esferas em concreto branco acopladas ao edifício, foram utilizadas esquadrias de alta tecnologia produzidas pela Eyrise. A fachada de vidro, por sua vez, é composta por “144 módulos de vidro triangulares fabricados um à um, os quais contam com uma nova tecnologia que faz com que eles se adaptem instantaneamente às condições de iluminação, uma tecnologia de cristal líquido que pode ser controlada através de um aplicativo”. Mesmo com um grau de transparência variável para quem o vê de fora, o edifício se revela sempre transparente à partir de dentro, permitindo preservar às vistas desde o refeitório da fábrica.

Como um projeto de arquitetura que nasce da fusão entre a arte e a tecnologia, a esfera de Niemeyer estabelece novos padrões para a arquitetura em um mundo cada vez mais digital. Este espaço foi pensado, acima de tudo, para promover o bem-estar das pessoas, promover a sustentabilidade e minimizar a pegada energética do edifício como um todo. -- Kai Beckmann, membro do Conselho da Merck e CEO da Merck Performance Materials.


Christele Harrouk
Autor