Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Programa de Especialização em Engenharia da Embraer completa 20 anos de história

Programa de Especialização em Engenharia da Embraer completa 20 anos de história

Assessoria - Março 2021 174 Visualizações
Programa de Especialização em Engenharia da Embraer completa 20 anos de história

Segundo pesquisa realizada pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), o mercado de aviação no Brasil contribui com US$ 19 bilhões para a economia nacional e gera mais de 800 mil empregos no país. Responsável pela capacitação de engenheiros recém-formados, o Programa de Especialização em Engenharia (PEE) da Embraer celebra, em março de 2021, 20 anos de existência e mais de 1600 engenheiros graduados e aptos para contribuir com esse índice de crescimento do setor aeronáutico.

Com início em 2001, em São José dos Campos, interior de São Paulo, o curso de especialização da Embraer possui parceria com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), o qual oferece o título de mestrado profissional em engenharia aeronáutica, reconhecido pelo CAPES/MEC.
Atualizado com as tendências do setor industrial, o PEE está em constante evolução. Inclusive, temas como a Indústria 4.0, Ciência dos Dados e Prototipação de Projetos em Impressora 3D estão entre os conteúdos abordados durante as aulas do curso. Afinal, em agosto de 2020, a Embraer deu início a um novo projeto que deve elevar o nível de automação da empresa. Em parceria com a Universidade do Espírito Santo (Ufes) viabilizou os primeiros testes com uma aeronave autônoma no Brasil.

“A reconhecida capacidade técnica e tecnológica da nossa companhia faz parte do nosso DNA e que vai continuar sendo desenvolvida por meio de parcerias e iniciativas de formação, e capacitação de novos talentos estimulados a criar os produtos mais inovadores da indústria do futuro”, afirma Luís Carlos Affonso, vice-presidente de Engenharia e Estratégia da Embraer, ao analisar as contribuições do PEE.

Com base em inovação, o PEE busca atender as demandas técnicas do mercado de trabalho e desenvolver profissionais com competências comportamentais satisfatórias. Para isso, são investidos anualmente R$ 5 milhões no PEE. O processo seletivo recebe, em média, 5 mil inscrições, e o número de vagas é variável. Entre os pré-requisitos para participar do programa, é necessário ser engenheiro graduado e ter inglês avançado.

Entre os diferenciais oferecidos pela pós-graduação da Embraer, principalmente quanto à estrutura educacional, está a metodologia utilizada. O learn by doing (aprender fazendo) estimula os alunos a desenvolver, na prática, soluções para problemas analisados de forma teórica. Na fase final do programa os participantes devem desenvolver, em equipe, um conceito de produto aeronáutico que atenda aos requisitos de um desafio proposto, buscando uma solução técnica e economicamente viável.

Saiba mais sobre o PEE.