Logotipo Engenharia Compartilhada
Home Notícias Menor proposta para obra do túnel entre as linhas 2 e 4 é de R$ 55,7 milhões
Mobilidade

Menor proposta para obra do túnel entre as linhas 2 e 4 é de R$ 55,7 milhões

Metrô CPTM - Abril 2021 159 Visualizações
Menor proposta para obra do túnel entre as linhas 2 e 4 é de R$ 55,7 milhões

As integrações no sistema metroferroviário são importantes pontos de ligação entre duas linhas. É a partir dessa interação que o sistema assume maior dinamismo e a população tem mais opções para se deslocar, economizando tempo nas suas viagens diarias.

Um dos pontos de integração entre linhas com qualidade mais comprometida é o que existe hoje entre as estações Paulista da Linha 4-Amarela e Consolação da Linha 2-Verde. Uma licitação foi aberta no sentido de melhorar a situação atual e, depois dos adiamentos recentes, as empresas puderam apresentar suas propostas.

Consórcios e propostas
Segundo informações obtidas da Ata da Sessão Pública que ocorreu no dia 15 de abril, dois consórcios enviaram propostas para a realização das obras de construção do novo túnel entre Paulista e Consolação.

Os consórcios participantes são o TDEC-TER-SOM (Teixeira Duarte Engenharia e Construções SA, Terracom Construções Ltda, Somafel Engenharia e Obras Ferroviárias do Brasil) e o consorcio CTS – LINHAS 2 E 4 (Constran Internacional Construções SA, Telar Engenharia e Comercio SA, Sprail Serviços Ferroviários SA).

Na fase inicial, as empresas dos dois consórcios tiveram sua idoneidade comprovada. Em seguida foram apresentados os valores por parte das proponentes. O consórcio TDEC-TER-SOM apresentou uma proposta comercial no valor de R$ 70.984.408,37 enquanto o concorrente, consorcio CTS – LINHAS 2 E 4 apresentou a proposta na ordem de R$ 55.666.607,22. O valor apresentado pelo CTS é 21,57% mais barato que o da concorrente, uma diferença significativa.

O orçamento dessa licitação feita pelo Metrô de SP é sigiloso, portanto não é possível saber se as ofertas atenderam ou não as expectativas da companhia. Tendo em vista que o critério para seleção da empresa é o de MENOR PREÇO, a obra ficaria nas mãos do Consorcio CTS – LINHAS 2 E 4. Não há previsão de quanto o contrato será assinado, mas supõe-se que nos próximos dias ele será devidamente formalizado.


Novo túnel entre projetado entre as estações das Linhas 2 e 4 (CMSP)


Conclusão
Mais uma das licitações que estava sendo postergada está perto de ter seu contrato assinado. Isso mostra que a recente onda de adiamentos por parte do Metrô foram apenas formalismos, muito prevalente causados pela implantação da Fase Emergencial e o megaferiado que praticamente paralisou as atividades nos setores de contratação durante uma semana. Com essa obra milhares de passageiros serão beneficiados e a “marcha dos pinguins” deverá ficar só na memória.

Vale lembrar que o site preparou um artigo detalhado sobre quais serão as principais intervenções previstas no novo corredor de integração entre as duas estações. O novo túnel terá um comprimento de 90 metros e deverá vencer um desnível de 5 metros. O prazo para a conclusão do empreendimento é de 43 meses a partir da assinatura do contrato.